Panorama JCB | Jockey Club Brasileiro

Panorama JCB

Panorama JCB

Dark Bobby*Impressionante, Dark Bobby, do Stud Stabile Quintella, da parceria do criador e proprietário Anderson Stabile, e do presidente da ABCPCC, Antonio Landim Meirelles Quintella, manteve-se invicto em duas apresentações e assinalou ótima marca para os 1.400 metros, areia (1min25s97) em seu êxito no domingo.

Chamou a atenção o jóquei Carlos Lavor fazendo seu pilotado correr perto do espelho e deixando-o galopar forte até quase a reta oposta, em nítida preparação para compromissos futuros em percursos maiores.

O potro de criação do Stud Birigui, do Comendador Hélio Biscaro, e treinado por Adelcio Menegolo, no CT Lost Love, em Friburgo, vai ser inscrito diretamente na 1ª prova da Tríplice Coroa, o Grande Prêmio Estado do Rio de Janeiro (G1), em 17 de fevereiro, na distância dos 1.600 metros, pista de grama, informou o narrador Thiago Guedes, na Tv Turfe, após a realização da carreira.

pioneeringpost*O americano Pioneering, descendente de Mr.Prospector e neto materno do Tríplice Coroado Secretariat, da família 8C, brilhou entre os reprodutores na última reunião de 2018 no Hipódromo da Gávea, com dois triunfos. O alazão produziu: Frozen (Carlos Alberto Piovezan); e Kobe (Stud Beleza).

* Na quinta-feira da próxima semana, 10 de janeiro, é dia de pagamento de ADDED para as duas preparatórias das Tríplices Coroas (GP José Buarque de Macedo e GP Roger Guedon), ambas carreiras de G3, na milha e no gramado, e também do GP Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (G3), em 1.900 metros, areia. As carreiras estão programadas para o feriado de aniversário da Cidade do Rio de Janeiro, no domingo, 20 de janeiro.

* Dez criadores diferentes conquistaram os últimos páreos realizados no Hipódromo Brasileiro no domingo p.p.: Haras Corunilha  – Xarada Corunilha (José Gustavo Alvarenga); Stud CorreasMultiplo (Stud da Dra. Bibi); Haras TessaroloOliuma (Helmar Lobo Tenreiro Aranha); Haras AndersonGeneral Kodyak (Stud Blue Mountain); Stud Villas de AguiarFiel Depositário (Stud 30 de Junho); Haras Santa Rita da SerraFrozen (Carlos Alberto Piovezan); Stud BiriguiDark Bobby (Stud Stabile Quintella); Stud ChesapeakeKobe (Stud Beleza); Haras Ponta PorãAttimo (Haras Rio Iguassú); e Stud TNT/ Haras Vale VerdeLookforthestars (Alvaro Cardoso Machado Filho)

ENunes* O domingo foi de extrema eficiência também para o aprendiz Elton Nunes, ganhador de quatro das dez provas realizadas no Jockey Club Brasileiro. Assim, Elton passou da 4ª para a 3ª categoria, agora com sete triunfos em sua carreira. O aluno da EPT é agenciado pelo excelente Paulo Mileno (múltiplo campeão de estatísticas com Marcos Mazini e Dalto Duarte).

* Com o retorno da pista de grama foram formados 34 páreos no Hipódromo da Gávea. Considerando o aproveitamento de 285 inscrições, teremos uma ótima média de 8,34 animais por prova. Sábado e domingo as carreiras terão início às 15h15. Na segunda e na terça as disputas serão a partir das 18 horas.

db2* Brilhou no último conjunto de programas do ano de 2018 na Gávea a veterinária Daniela Bartoli. Em oito das dez carreiras disputadas no prado carioca, saíram vencedores animais atendidos pela competente profissional, mãe do cacheado Gabriel e fã incondicional de chimarrão: Xarada Corunilha (José G. Alvarenga); Oliuma (Helmar Lobo T. Aranha); Fiel Depositário (Stud 30 de Junho); Frozen (Carlos Alberto Piovezan); Multiplo (Stud da Dra. Bibi); Kobe (Stud Beleza); e Attimo (Haras Rio Iguassú); e Lookforthestars (Alvaro Cardoso Machado Filho).

*Assim como entre os criadores, 10 proprietários diversificados levaram as provas disputadas em 30 de dezembro no Rio de Janeiro, foram eles: Xarada Corunilha (José Gustavo Alvarenga); Multiplo (Stud da Dra. Bibi); Oliuma (Helmar Lobo Tenreiro Aranha); General Kodyak (Stud Blue Mountain); Fiel Depositário (Stud 30 de Junho); Frozen (Carlos Alberto Piovezan); Dark Bobby (Stud Stabile Quintella); Kobe (Stud Beleza);  Attimo (Haras Rio Iguassú); e Lookforthestars (Alvaro Cardoso Machado Filho).

N1 N2 N3* Um dos ícones da atividade no país, Juvenal Machado da Silva esteve no final de semana no Jockey Club Brasileiro e comprovou que um ídolo prossegue vivo na memória e no coração de seus fãs, mesmo há mais de 15 anos fora das pistas.

Reverenciado por todos os presentes na derradeira reunião de 2018 no Rio de Janeiro, o popular “Nanau”, que ficará na cidade até o dia 10, é o maior vencedor do GP Brasil (5x), pentacampeão da estatística e terceiro maior ganhador entre os jóqueis do turfe.

Obrigado, Juvenal, por mostrar que o Esporte dos Reis tem memória SIM.

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!